iG - Internet Group

iBest

brTurbo

+

rss Celular

  • 17:51
  • 15/10

Pesquisa do IBGE revela que empregadas domésticas estão mais qualificadas

Uma recente pesquisa do IBGE analisou o que mudou, nos últimos 10 anos, na profissão de empregada doméstica. Um dos destaques foi em relação à escolaridade: elas estão mais qualificadas. “Mas o mercado está muito mais exigente”, afirma a empresária Gislaine Spagnollo, dona de uma agência especializada em empregadas domésticas.


Pesquisa – Segundo o IBGE, em 1999, apenas 4,9% das domésticas tinham o 1º Grau completo. Em 2009, esse número saltou para 18%. A pesquisa também revela que o número de carteiras assinadas subiu 20% nos últimos cinco anos.


Maísa Aparecida Bento Marques, 36 anos, é um exemplo. Ela trabalha como doméstica e adora o que faz, mas carrega em seu currículo ensinos fundamental e médio completos, curso de informática, e iniciou o curso técnico em nutrição.

“Percebi que nutrição não é muito o que eu quero, então parei agora, para iniciar no ano que vem o curso de secretariado”, afirmou, e completa: “não tenho a intenção de deixar o emprego doméstico. Faço esses cursos para conhecimento próprio e para ser uma profissional melhor e mais esclarecida”.


Contrapartida – Por outro lado, quem contrata, não quer apenas uma empregada para lavar, passar e limpar a casa. Segundo os proprietários da Kanguruh Home – Ribeirão Preto, agência especializada em recrutamento e seleção de profissionais domésticos, as patroas estão cada vez mais exigentes. “Atender o telefone e saber dar o recado corretamente; saber conversar bem, com o português correto e com fluência; entender de economia doméstica... Estes são alguns dos requisitos solicitados por grande parte das clientes que nos procuram em busca de uma empregada doméstica”, contou o empresário Paulo Garefa.


Para Gislaine Spagnollo, ter qualificação já está deixando de ser um diferencial para se tornar uma exigência. “A procura por empregadas qualificadas é tão grande que resolvemos dar oportunidade a quem tem pouca qualificação. Por isso, estamos acertando os últimos detalhes para a implantação de cursos nesta área, abrangendo desde postura profissional e vestimentas, até organização e economia doméstica”, explicou a empresária.


Para saber mais sobre o assunto, acesse: www.kanguruhhomeribeirao.com.br  



Comente

Termos de Uso
Topo
Contador de notícias